Vietti Langhe Nebbiolo Perbacco 2018

22,20 €

Cor rubi de profundidade média. Nariz frutado bastante intenso e generoso (frutos vermelhos) juntamente com notas florais e de especiarias, uma pitada de mentol e rebuçado. Na boca tem corpo médio, mostrando uma intensidade notável. Forte, intenso e bastante poderoso quando jovem, evoluindo com o envelhecimento, para um vinho complexo, elegante e bem equilibrado. Os taninos estão harmoniosamente integrados na estrutura frutada do vinho. Longos e duradouros, com boa frescura.

More details

Em Stock

Adicionar à Lista de desejos

Pré-visualizar os custos de transporte
Produtor Vietti
Região Estrangeiro País: Itália
Região: Piemonte - Langhe DOC Nebbiolo
Castas Nebbiolo (100%)
Solo As uvas para este vinho são cultivadas em várias vinhas, principalmente na área de Barolo e numa parte menor em Barbaresco. O solo das vinhas é feito de marga (calcário em combinação com barro).
Vinificação A fermentação alcoólica dura cerca de 3/4 semanas a temperatura controlada (28°-32°). Depois temos a fermentação malolática em tanques de inox. Cada parcela é processada e envelhecida separadamente até ao momento em que são selecionadas as que serão incluídas para a mistura de Perbacco ou as que continuarão a envelhecer para se tornarem Barolo Castiglione (excluindo as parcelas da Barbaresco).
Estágio O envelhecimento total é de aproximadamente 2 anos. Depois de malolática feita tanto em barricas como em grandes cascos eslavos, o vinho continua a envelhecer em carvalho durante 2 anos.
Volume Teor Alcoólico: 14% Volume
Capacidade: 75 cl
Temperatura 16ºC - 18ºC
Harmonizações Carnes vermelhas assadas e estufadas, caça selvagem e queijos envelhecidos.
Prémios do Vinho 94 Pontos - Decanter
91 Pontos - Robert Parker

A História
Localizada no coração das colinas de Langhe, no topo da aldeia de Castiglione Falletto, a adega Vietti foi fundada em finais do século XIX por Carlo Vietti.

A quinta cresceu gradualmente ao longo do tempo, e hoje em dia as vinhas incluem alguns dos terroirs mais apreciados dentro da área vitivinícola de Barolo.

Embora tenham vindo a fazer vinho durante 4 gerações, o ponto de viragem veio nos anos 60, quando Luciana Vietti casou com o enólogo e conhecedor de arte Alfredo Currado, cujas intuições - desde a produção de um dos primeiros crus Barolo (Rocche di Castiglione - 1961), passando pela vinificação monovarietal de Arneis (1967), até à invenção dos Rótulos de Artista (1974) - tornaram-no símbolo e arquiteto de algumas das revoluções mais significativas da época.

O seu legado intelectual, profissional e prospetivo foi retomado por Luca Currado Vietti (filho de Luciana e Alfredo) e pela sua esposa Elena, que contribuíram para o sucesso da marca Vietti - hoje universalmente reconhecida como sendo um dos melhores rótulos de vinho italiano - continuando no caminho da busca da qualidade, considerada experimentação e trabalhando para a expansão e consolidação internacional.

Em 2016, a histórica adega foi adquirida pela Krause Holdings, permitindo que Luca e Elena, sempre à frente da marca Vietti, acrescentassem uma série de crus premiados às explorações da propriedade, e pudessem como resultado olhar para um futuro com novas e estimulantes perspetivas, tudo isto mantendo a abordagem familiar pela qual a adega sempre foi conhecida.

Vietti produz uma vasta gama de vinhos, todos feitos a partir das castas indígenas do Piemonte - Arneis, Timorasso, Nebbiolo, Barbera, Dolcetto, Freisa e Moscato - nas apelações de: Roero, Colli Tortonesi, Barolo, Barbaresco, Langhe, Monferrato e Colli Tortonesi.

Os vinhos Vietti provêm dos vinhedos Castiglione Falletto, no coração da zona de Barolo. As qualidades do solo arenoso e calcário desta zona dão um património tânico único com sensações olfativas muito elegantes.

Os rótulos artísticos
Desde 1974 certos vinhos Vietti têm sido vestidos com obras originais especialmente concebidas (litografias, xilogravuras, gravuras, serigrafias) inspiradas no vinho dessa colheita em particular.

A tiragem é a mesma que o número de garrafas produzidas, e os primeiros cem rótulos são assinadas pelo Artista. Cada obra só é utilizada uma vez, apenas para o vinho daquela colheita. Desde a apresentação do Barolo Villero de 1982 (em 1988), os rótulos do artista têm sido dedicados exclusivamente aos vinhos cultivados nesta grande vinha.

Seco Doce
Sem madeira Estágio barrica
Leve Encorpado
Beber já Para a cave

Sugerimos outros produtos em que possa estar interessado!

Utilizamos cookies. Ao continuar a navegar, assumimos que concorda com o seu uso. OK

Subscreva a nossa Newsletter



Subscreva a nossa Newsletter



A Wineclick irá utilizar a informação que fornecer neste formulário para entrar em contato consigo no âmbito das suas atividades comerciais e tendo em vista a finalidade de marketing. Por favor, confirme se podemos entrar em contato consigo por email selecionando o campo em baixo:

x Já se vai embora?

Ganhe 10% desconto na sua primeira compra ao registar-se na nossa Newsletter!

Fazer já o registo!
x Não perca esta oferta!

Ganhe 10% desconto na sua primeira compra ao registar-se na nossa Newsletter!

Fazer já o registo!