Moscatel de Setúbal Brejinho da Costa 2017

11,90 €

Apresenta uma coloração topázio, aromaticamente é intenso e com uma extraordinário complexidade, realçando fruta citrina fresca, flor de laranjeira, frutos secos e mel. Na boca é um moscatel volumoso e ao mesmo tempo fresco, deixando uma leve maresia do mar.

More details

Em Stock

Adicionar à Lista de desejos

Pré-visualizar os custos de transporte
Produtor Produtor: Quinta Brejinho da Costa
Enologia: Luis Simões
Região Setúbal D.O.
Castas Moscatel de Setúbal
Vinificação Produzido com uvas colhidas e selecionadas manualmente, indo de imediato para a adega, onde irão macerar em depósitos durante cinco longos meses em conjunto com uma aguardente de origem vínica.
Estágio 2 anos em meias barricas de carvalho francês.
Capacidade 750ml
Volume Teor Alcoólico: 17.5%
Temperatura Aperitivo: 8ºC - 10ºC
Digestivo: 10ºC - 14ºC
Harmonizações Como aperitivo ou digestivo, frutos secos torrados e ligeiramente salgados ou com sobremesas frescas.

Produzidos por uma empresa familiar, onde o apelo de criar riqueza para a geração seguinte é natural, os vinhos Brejinho são fruto do grande cuidado colocado numa atividade onde todos os detalhes são importantes. Encaram a atividade de uma forma abrangente e sustentada: para além de excelentes vinhos, a proteção da paisagem e o respeito pelo ambiente, são a chave de uma viticultura que é, cada vez mais, um fator de atração turística e uma prática cultural.
Na Quinta do Brejinho, a viticultura e as castas foram escolhidas com base na localização da parcela e na relação solo/proximidade do mar guiados por um só objectivo: Qualidade.
Os trabalhos e os tratamentos efetuados em regime de proteção integrada, garantem uvas de primeira escolha. Por outro lado, as baixas produções, controladas através de podas e mondas de cachos, efetuadas com grande rigor, garantem uma matéria-prima de primeira qualidade.
Visitar a Quinta do Brejinho é conhecer um lugar singular. Tão invulgar como o seu vinho, esta região junta longas praias e zonas arenosas chamadas de “brejinhas" à grande mancha florestal de pinheiro manso. E desta matéria-prima tão majestosa se construíram as naus que dobraram o Cabo da Boa Esperança, afirmando-se estas terras especiais com um longínquo potencial de Descobrimento que promete.

Seco Doce
Sem madeira Estágio barrica
Leve Encorpado
Beber já Para a cave

Sugerimos outro produto em que possa estar interessado!

Utilizamos cookies. Ao continuar a navegar, assumimos que concorda com o seu uso. OK

Subscreva a nossa Newsletter



Subscreva a nossa Newsletter



A Wineclick irá utilizar a informação que fornecer neste formulário para entrar em contato consigo no âmbito das suas atividades comerciais e tendo em vista a finalidade de marketing. Por favor, confirme se podemos entrar em contato consigo por email selecionando o campo em baixo:

x Já se vai embora?

Ganhe 10% desconto na sua primeira compra ao registar-se na nossa Newsletter!

Fazer já o registo!
x Não perca esta oferta!

Ganhe 10% desconto na sua primeira compra ao registar-se na nossa Newsletter!

Fazer já o registo!